SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA - 1829 - 1999
ASPECTOS DE SUA HISTÓRIA
Organizador: Toni Vidal Jochem

 

          Uma das marcas de Santa Catarina é, sem dúvida, a multifacetada configuração de seu povo, produto da contribuição de diversas etnias, que inclui, além dos negros, trazidos da África como escravos, os portugueses continentais e do Arquipélago dos Açores, gente da Itália, Alemanha, Polônia, Áustria, Japão, e de outras regiões de menor expressão no contexto do estado, mas igualmente importantes. Trata-se de uma contribuição cultural de extrema riqueza, que confere a Santa Catarina uma condição singular no cenário brasileiro.

          Nesse mosaico étnico, a contribuição alemã está de aniversário. E, nesse contexto, São Pedro de Alcântara - a mais antiga colônia alemã em Santa Catarina - estará comemorando, em 1999, seu 170° aniversário de fundação. Para celebrar este fato histórico, esta Prefeitura Municipal instituiu um Biênio comemorativo em 1998 - 1999. Serão 2 anos para festejar e refletir o presente, com os olhos voltados ao passado. Quando aqueles pioneiros imigrantes alemães chegaram a Desterro - hoje Florianópolis e posteriormente a outras regiões de Santa Catarina, depois de uma longa, perigosa e exaustiva viagem rumo a uma terra desconhecida, traziam tão-somente uns poucos pertences e muitos sonhos. Com trabalho, perseverança e criatividade, souberam construir um mundo novo para seus descendentes.

          O exemplo de dedicação à nova pátria e o culto aos valores maiores da civilização foram as sementes que aqueles pioneiros imigrantes lançaram em Santa Catarina e que, aqui, encontram terra fértil. Assim, São Pedro de Alcântara não foi apenas a pioneira da colonização germânica em Santa Catarina. Tornou-se, também, a célula-mater das colônias alemãs, depois ramificadas, e o berço de algumas famílias patriarcais, das quais brotariam, embora não nascidas em São Pedro de Alcântara, pessoas notáveis, homens de governo, industriais, desportistas, personagens da igreja, enfim, conseguiu imprimir marcas indeléveis em vários líderes no cenário político, industrial e religioso de Santa Catarina e do Brasil.

          Acreditando no intercâmbio altamente benéfico entre as instituições de ensino e pesquisa e as Prefeituras Municipais, deixamos aqui, consignado, nosso agradecimento aos integrantes do Laboratório de Estudos de Migração e Imigração do Departamento de História da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, pelo imprescindível apoio na articulação e desenvolvimento desta publicação.

          Este livro é apenas um entreabrir de fresta, transformando em penumbra uma escuridão. Vem somar-se às atividades comemorativas dos 170 anos de imigração alemã de Santa Catarina. Sendo fruto da participação espontânea de inúmeros pesquisadores, historiadores e genealogistas, pretende desvendar parte do contexto histórico da primeira colônia alemã fundada no estado de Santa Catarina, São Pedro de Alcântara, em seus mais variados aspectos, além de estimular o desenvolvimento de novas pesquisas sobre o processo imigratório. Esta publicação, nesta acepção, quer ser um veemente convite a tantos quantos se dedicam à temática "imigração alemã" para que, com paciência, determinação e pesquisa, disponibilizem as páginas históricas até então desconhecidas do público interessado. Que sejam felizes nesse propósito!

          Os artigos integrantes nesta publicação não postulam a representação da "verdade absoluta da história", mesmo porque ela não existe; são, portanto, versões extraídas a partir da análise das fontes bibliográficas arroladas para esta finalidade. Muitos estudos podem ser suscitados a partir das informações e abordagens históricas contidas nos mais diversos artigos aqui reunidos. Sua refutação e/ou desenvolvimento, no todo ou em parte, é o desafio maior que lançamos aos historiadores e é o que desejamos como presente para o 170° aniversário de imigração de São Pedro de Alcântara.
Na certeza de termos abertos novas pistas, de termos indicado possíveis roteiros para novas pesquisas, de termos lançado nova luz na história da imigração do estado de Santa Catarina e, por extensão, do Brasil, damo-nos por satisfeitos com esta jornada.

Toni Vidal JOCHEM

___________________________________________________________

SUMÁRIO DO LIVRO SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA
ASPECTOS DE SUA HISTÓRIA


Apresentação
.....................................................................................................

07
Prefácio..............................................................................................................
09
Saudações  
Esperidião Amin Helou Filho - Governador do Estado de Santa Catarina....................
11
Rose Lässing - Cônsul Geral da República Federal da Alemanha..............................
13
Jorge Wolfgang Globig - Presidente  
da Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil - FECAB...............................
15

Alemães emigrantes: as causas
 
Jorge Luiz da Cunha.............................................................................................
17

As razões da imigração
 
João Klug.............................................................................................................
29

Ânhele! (Lá vem gente!), Angoiká? (Quem é aquela pessoa?)
 
Beat Richard Meier...............................................................................................
37

Imigração, colonização e terra indígena
 
Hans-JürgenPrien.................................................................................................
57

Dois mundos, duas mentalidades, várias questões
 
Débora Bendocchi Alves........................................................................................
69

São Pedro de Alcântara no final do século XIX
 
Vilson Francisco de Farias....................................................................................
79

O mistério da Pedra das Letras
 
Antônio Carlos Werner..........................................................................................
87

A Colônia de São Pedro de Alcântara no contexto da colonização
 
Alemã em Santa Catarina  
Walter F. Piazza..................................................................................................
103

A migração de alemães da Colônia São Pedro de Alcântara para o
 
Vale do Itajaí: uma questão histórica  
André Fabiano Voigt.............................................................................................
121


De São Pedro de Alcântara para o Planalto Catarinense

 
Juçara de Souza Castello Branco...........................................................................
131

Migração dos colonos alemães de São Pedro de Alcântara em
 
direção ao Sul do Estado de Santa Catarina até 1900  
Aderbal João Philippi.............................................................................................
147

Cá e lá
 
Telmo Lauro Müller...............................................................................................
161


Rio Negro

 
Claudete Souza Medeiros......................................................................................
165


Colônia de São Pedro de Alcântara das Três Forquilhas

 
Nilza Huyer Ely....................................................................................................
171

De volta a São Pedro de Alcântara
 
Frei Elzeário Schmitt............................................................................................
177

Professor Augusto Schnitzler (1842 - 1918)
 
Elmar Joenck.......................................................................................................
193

O Estado Novo e a nacionalização em São Pedro de Alcântara
 
(1937 - 1945)  
José Francisco Albino...........................................................................................
203

A escola paroquial no contexto de São Pedro de Alcântara
 
lrmã Clea Fuck.....................................................................................................
211

Em defesa da colonização alemã
 
Antônio Carlos Konder Reis...................................................................................
233


Sesquicentenário da imigração de São Pedro de Alcântara

 
Frei Elzeário Schmitt............................................................................................
247

A voz do pastor
 
Dom Afonso Niehues............................................................................................
251

O que fazes tu aqui?
 
Frei Elzeário Schmitt............................................................................................
255

Os campos santos: anotações a partir de visitas
 
José Raulino Jungklaus.........................................................................................
259

Costumes em São Pedro de Alcântara
 
Frei Elzeário Schmitt............................................................................................
265

Trajetória da Família Arns em Santa Catarina
 
Evanize Sydow e Marilda Ferri...............................................................................
277

As armas do município de São Pedro de Alcântara
 
Edison Mueller.....................................................................................................
293


São Pedro de Alcântara e a participação de seus filhos na política

 
Osni Antônio Machado..........................................................................................
315

Bibliografia apontada
 
Beat Richard Meier...............................................................................................
329

___________________________________________________________


SÃO PEDRO DE ALCÂNTARA - ASPECTOS DE SUA HISTÓRIA

DESCRIÇÃO DO LIVRO:

Organizador: Toni Vidal Jochem

Editora:
Prefeitura Municipal de São Pedro de Alcântara
Data de Lançamento: 06 de março de 1999
Quantidade de Páginas: 352
Capa: Colorida
Miolo: Preto e Branco
Formato: 15,5cm x 22,5cm (fechado)
Valor: R$ 22,00 (mais a postagem)

Solicite o livro através do e-mail tonijochem10@gmail.com
Favor informar o nome do(os) (livro(os) que deseja adquirir
Obs.: Não esqueça de enviar seu endereço completo + CEP, além do
fone/fax.


Forma de envio do Livro:
Sedex a cobrar ou reembolso postal via
correios (outras formas a combinar).

 

Envie para um amigo!

© Copyright Toni Vidal Jochem, 2004. Todos os direitos reservados.
toni@tonijochem.com.br